Sistema de Qualidade (SQGE)

O Sistema de Qualidade na Gestão Escolar (SQGE) é uma estratégia em rede para avaliação e melhoria das práticas institucionais de um centro educativo jesuíta, desenvolvido pela Federação Latino-Americana de Colégios da Companhia de Jesus (Flacsi). Por meio dele, a escola se insere em um ciclo contínuo de reflexão sobre seus resultados, definindo metas e ações que impactem positivamente a aprendizagem dos estudantes.

O principal objetivo do SQGE é organizar os processos de avaliação e melhoria dos centros de aprendizagem, certificando seus resultados por critérios compartilhados como referência válida para o desenvolvimento da qualidade de uma escola jesuíta.

Principais propósitos

  • Avaliar resultados e práticas institucionais.
  • Impulsionar um ciclo permanente de avaliação, reflexão e melhoria.
  • Identificar e analisar fatores e processos para melhoria dos níveis de aprendizado dos estudantes.

Estrutura

O núcleo do SQGE é a FORMAÇÃO INTEGRAL. Associados a ele estão quatro áreas principais, relacionadas à qualidade da aprendizagem, em torno das quais o centro de aprendizagem organiza suas atividades: Âmbito Pedagógico-Curricular, Âmbito Clima Escolar, Âmbito Organização, Estrutura e Recursos e Âmbito Família e Comunidade. Cada uma dessas áreas é traduzida em resultados que os centros devem alcançar. Confira na imagem abaixo:

 

 

Etapas de implementação

No Colégio Loyola, o Sistema de Qualidade da Gestão Escolar será aplicado em duas grandes etapas: autoavaliação e melhoria. Veja, abaixo, o cronograma de aplicação.

1ª etapa (4 meses) Autoavaliação

Reflexão.
Compreensão do Sistema.
Aplicação do Guia de Autoavaliação.

2ª etapa (20 meses) Melhoria

Desenhos de Plano de Melhoria.
Determinação de metas de aprendizagem.
Implementação da melhoria.
Avaliação da melhoria (avanços qualitativos e quantitativos).

Notícias do SQGE

Acompanhe as principais notícias sobre a implantação do Sistema de Qualidade na Gestão Escolar da Flacsi no Colégio Loyola.

Desenvolvimento do processo de melhoria contínua

Tudo começa com a identificação de dados que contextualizam a aprendizagem dos estudantes para avaliação e definição de áreas nas quais se devem aplicar ações de melhoria (primeira etapa). Essa fase, por sua vez, é composta por três momentos: a definição do contexto, uma jornada de diálogo interno sobre as práticas em curso na escola e possibilidades de crescimento, e a autoavaliação propriamente dita. Em seguida, são definidos os pontos de melhoria e metas a serem alcançados. As ações de melhoria são aplicadas e monitoradas. Os resultados são supervisionados (segunda etapa).

No momento seguinte, sob novo olhar, são avaliadas as conquistas e eventuais pendências.  Essa etapa culmina com um novo ciclo de melhoria contínua, combinando, de modo permanente e sistemático, a avaliação e a melhoria, a análise e a ação.

 

FLACSI

FLACSI é a Federação Latino-Americana de Colégios da Companhia de Jesus, uma rede regional que conecta 13 redes nacionais, incluindo a RJE (Rede Jesuíta de Educação Básica do Brasil). Seu principal objetivo é fortalecer os colégios por meio de ações comuns para a transformação educacional e social dos países de origem.

Destaques do SQGE