Dia de Formação (DDF)

DDF de Colaboradores 2019

_____

Quem pensa que o famoso DDF (Dia de Formação) é um privilégio restrito aos estudantes, está enganado. Nos dois últimos fins de semana, os colaboradores do Colégio Loyola passaram pela mesma experiência dos alunos. Inclusive, com direito a café da manhã com misto-quente, um gesto de carinho da escola que os estudantes nunca esquecem.

Os DDFs são importantes momentos na dinâmica da comunidade do Colégio Loyola. Para os colaboradores, os encontros, que acontecem sempre no início do ano letivo, têm papel fundamental de fortalecimento da identidade institucional e do sentimento de pertença a uma obra da Companhia de Jesus.

De acordo com o coordenador de Formação Humana e Cristã, Agripa Mairink, “enquanto, para o público jovem, os programas são de caráter eminentemente formativo, para o público adulto, a ênfase é na motivação das pessoas para a vida e missão, no clima institucional, na corresponsabilidade e colaboração”.

No caso dos estudantes, explica Mairink, “a programação visa ao desenvolvimento de consciências mobilizadas por um estilo de vida próprio da identidade institucional e com o comprometimento e protagonismo nas pequenas e grandes ações da vida, pautadas em valores”. No caso dos colaboradores, ela é, também, uma oportunidade de encontro, fora do ambiente de trabalho, para refletir sobre a própria missão dentro de uma missão maior, a missão educativa.

Taynara França, colaboradora do Espaço Convivência, participou do DDF pela primeira vez esse ano e considerou o encontro muito construtivo. “Principalmente a dinâmica do Coração Desejoso, em que fomos convidados a escrever algo para iluminar a caminhada e a vida de alguém que não sabíamos quem era, porque foi possível conhecer melhor o que pensam as pessoas com quem a gente trabalha diariamente”, avaliou.

O colaborador Ronaldo Alberto de Sena Filho, da Gerência de Tecnologia, concorda com a colega quanto à oportunidade que o DDF proporciona, de conhecer melhor os colaboradores de outros setores. “Apesar de ser a minha primeira participação, consegui deixar minha opinião e saber entender a opinião de quem estava no meu grupo”, contou. Ele ressaltou a troca de experiências, “já que no meu grupo havia colaboradores com bastante tempo no Colégio Loyola”.

De colaborador para colaborador

O DDF é uma atividade sob a responsabilidade da equipe de Formação Cristã, que vem se qualificando a cada ano. A metodologia, passível de adaptação de acordo com o público, é permanentemente revisitada e atualizada pelos educadores, no caso dos estudantes. Para 2019, a dinâmica com os colaboradores também foi ressignificada. A preparação contou com a participação de uma equipe multidisciplinar, de 15 pessoas, incluindo profissionais de várias áreas. A ideia é aproximar a experiência cada vez mais da realidade, trazendo à reflexão assuntos do dia a dia.

Para o professor Geraldo José da Silva, foi uma experiência gratificante participar do DDF como um dos facilitadores. “A gente se sente grato por poder colaborar, de alguma forma, para a qualificação do trabalho e das relações dentro do Colégio”, disse, ao encerrar uma das vivências em grupo, no último sábado.

Nos últimos anos, tem sido dado relevância cada vez maior à aproximação dos DDFs com a Pedagogia e Espiritualidade Inacianas, a partir de quatro eixos fundantes: 1. Autoconhecimento e Sentido da Vida; 2. Desenvolvimento Humano; 3. Convivência e Cultura de Paz e Tolerância; 4. Transcendência ao modo das raízes e tradição cristãs. Suas estruturas são, preferencialmente, de vivências e experiências ativas.

Clique aqui e confira os melhores momentos do DDF de Colaboradores 2019.


Compartilhe: