Às Margens

Maria Otávia Rezende é a autora de “Às Margens”, exposição que tem como foco pessoas que vivenciaram e sofreram com o rompimento das barragens de Mariana e Brumadinho. “Quero contar uma história sobre pessoas, da perspectiva de quem carrega essa dor”, pondera a mineira.

Em sua obra, Maria Otávia, aluna de Artes e Design da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF), procura apresentar a universalidade do sofrimento dos atingidos e dos profissionais envolvidos nas buscas. A exposição, que apresenta 46 imagens da jovem fotógrafa, ficará em cartaz, no Passo das Artes, no período de 17/06 até 10/07.

O que aconteceu em Mariana?

No dia 5 de novembro de 2015, o maior desastre ambiental na área da mineração do mundo aconteceu no município de Mariana, Minas Gerais. A barragem se rompeu e provocou uma enxurrada de lama tóxica, que dizimou o distrito de Bento Rodrigues, deixou 19 mortos e um rastro de devastação no ecossistema e vilas da região.

O que aconteceu em Brumadinho?

Três anos após o desastre em Mariana, uma barragem se rompeu em Brumadinho, causando um novo desastre ambiental em Minas Gerais. De acordo com declaração da Defesa Civil de Minas Gerais, no dia 30/05, a tragédia resultou, até então, em 245 óbitos confirmados e outras 25 pessoas estão desaparecidas. As buscas continuam, e o Corpo de Bombeiros atua nas buscas pelas vítimas há 125 dias.

Ações educativas

O Colégio Loyola, como instituição da Companhia de Jesus, tem como uma de suas preferências apostólicas o “Cuidado da casa comum”. Dessa forma, aborda sempre com os estudantes, em diversos projetos e disciplinas, todos aqueles assuntos que se relacionam ao equilíbrio necessário para a vida de toda criação.

Em relação às tragédias citadas, o Colégio vem trabalhando, com seus alunos, atividades e dinâmicas que têm como conteúdo as crises e localização das barragens, a situação da mineração e das barragens em Minas Gerais e seus desdobramentos. Por exemplo, no aulão de Redação e Sociologia, realizado pelas professoras Daiane Carneiro e Marina Rodrigues, os estudantes conseguiram ampliar seus conhecimentos sobre o tema e, posteriormente, debater e discutir a respeito.

Além disso, há o projeto “Vale Tudo?”, criado pelos professores Daniela Lacerda (História), Luiz Alexandre (Ensino Religioso), César Almeida (Matemática) e Fabrício de Oliveira (Matemática), no qual cerca de 200 alunos desenvolveram blogs que expuseram e discutiram problemas sociais e seus impactos. Quer saber como foi a produção dos estudantes? Clique aqui e veja um pouco sobre as atividades.

Clique aqui para ler o texto da jornalista Carolina Nalon sobre a exposição. E claro, venha visitar e conhecer Às Margens.


Compartilhe: