Aulão de História

Destaque

18

jun 2015

Figurino da época, informações históricas, música e depoimentos reais transportaram os alunos da 3ª Série EM para a época da ditadura militar e do golpe civil-militar de 1964 no Brasil.

_____

Vivenciar a ditadura e as dores do golpe civil-militar de 64 foi uma experiência dos jovens da 3ª Série do Ensino Médio no Colégio Loyola. Tudo para que a história não fosse apenas contada, mas apresentada, sentida e retratada por meio de um trabalho detalhista (aulas, figurinos, músicas e relatos reais).

O projeto começou com aulas sobre o assunto. Os alunos apresentaram músicas que marcaram a realidade política desse período da história brasileira, e alguns declamaram textos críticos relativos ao período.

Vestidos a caráter dos Anos 60 e 70, eles puderam assistir a um painel com convidados relacionados ao tema. Os testemunhos reconstruíram, à luz do presente, o cenário político, social e cultural desse período da história brasileira.

“O mais importante para mim foi sair da sala de aula e ver os palestrantes contar suas experiências. Senti de perto o que aconteceu através dos depoimentos.”, disse Lucas Faria, estudante da 3ª Série EM.

Segundo Ângela Patrus, aluna, “Senti como se estivesse na época dos acontecimentos. Foi um aulão interativo.”

As vivências do tema foram expostas por meio do testemunho do jornalista José Maria Rabelo, vítima da ditadura militar e exilado por 16 anos, e também da apresentação do trabalho de pesquisa de Heloísa Starling, historiadora da UFMG e autora de vários artigos e obras.

“A mensagem que ficou para mim foi que nós temos o poder de mudar as coisas. O jovem pode mudar o Brasil. Isso é possível.”, afirmou a estudante Lorena Prates.

Para o professor de história do Colégio Loyola Guilherme Batista Amaral, “a dinâmica das atividades desenvolvidas em sala de aula foram muito importantes. Nesse momento, pude descobrir os diferentes talentos e qualidades dos alunos. Enquanto professor, esse foi o meu grande ganho.”

O aulão traz, além do conhecimento e do conteúdo, um despertar nos alunos da vivência mais próxima do tema. Outros aulões já estão programados para este ano. Acompanhe essas experiências.

Veja o vídeo na TV Loyola.


Compartilhe: