Feira das Profissões

A formação integral, fundamental para a construção da identidade da criança e do jovem, vai muito além da aquisição e do desenvolvimento de conteúdos científicos. É importante que o aluno esteja preparado para o mundo, com habilidades e competências indispensáveis para a vida. No contexto das exigências do século XXI, não se pode negar a importância de atividades que visem à preparação do estudante para a cidadania global, um dos pilares da formação oferecida pela Rede Jesuíta de Educação (RJE), como, por exemplo, uma vivência internacional. Estudar em outro país, além de ampliar as perspectivas de carreira, ajuda o estudante a conhecer, compreender e conviver com uma diversidade de culturas, desenvolvendo sua capacidade de flexibilidade, adaptabilidade a diferentes modos de pensamento e, naturalmente, domínio de línguas estrangeiras.

É desafio da escola apresentar aos estudantes diferentes perspectivas de carreira e possibilidades de continuidade de estudos, inclusive em instituições de outros países, num contexto em que profissões tradicionais estão se extinguindo e, a cada ano, novas ocupações profissionais estão surgindo. A escola busca também auxiliá-los na construção de seu projeto de vida, na descoberta de sua vocação, e ajudá-los a encontrar os meios pelos quais poderão potencializar seus talentos, tendo em vista o processo de formação integral.

O Colégio Loyola, por meio do Núcleo de Inovação e Empreendedorismo (iLO), também oferece ao Ensino Médio uma Feira de Profissões para interação dos estudantes com uma delegação de universidades estrangeiras (Estados Unidos, Canadá, países da Europa). A programação inclui apresentação geral das universidades e momento de livre interação, mediado por estudantes fluentes em inglês, para aqueles que querem conhecer a proposta das instituições de seu interesse. Instituições como a Arizona State University, West Virginia University e Ohio University, além da canadense Winnipeg University e um Instituto de Música bastante renomado, situado na Califórnia, possuem boas oportunidades de graduação no exterior para alunos estrangeiros e vêm ao Brasil para contato com escolas de excelência.

Nós sabemos que a formação integral do estudante e a construção de sua identidade como cidadão global são um processo complexo, que precisa ser coberto de experiências e atividades enriquecedoras, desenvolvidas com foco em habilidades e competências próprias de uma educação transformadora. Isso inclui toda riqueza de experiências que uma vivência internacional, através de um intercâmbio ou continuidade de estudos, por exemplo, pode oferecer para uma boa formação humana. É importante estar ciente sobre essas oportunidades e a maneira como elas podem influenciar nossos estudantes, a fim de incentivá-los a investir em possibilidades que talvez não tivessem sido pensadas e, ainda, dar a eles a segurança de que serão acompanhados pela escola durante todo o processo de preparação para seu futuro.


Compartilhe: