Preparação para a volta às aulas

O Colégio Loyola está se preparando internamente para o retorno às atividades presenciais, enquanto aguarda a indicação e a autorização dos órgãos competentes de Saúde e Educação para reabertura das escolas. Atualmente, o Colégio realiza suas estratégias de aprendizagem em modo remoto, acompanhando os desdobramentos da pandemia de COVID-19 e seus impactos em âmbito local, fazendo também disso um caminho de crescimento das pessoas.

A partir do desenvolvimento e da institucionalização do Protocolo de Retorno às Atividades Presenciais nas Unidades da Rede Jesuíta de Educação (RJE), o Colégio constituiu um comitê interdisciplinar, chamado Comitê Covid Loyola, que busca estabelecer os protocolos específicos da escola, para que, quando liberada pelos órgãos competentes e autorizada pela RJE, a instituição esteja organizada, preparada e apta para receber a comunidade educativa com a qualidade, o cuidado e a segurança que lhe são próprios.

O Comitê Covid Loyola é formado por profissionais de diferentes áreas, como, por exemplo, professores, pedagogos, engenheiros, enfermeiros, médicos, administradores, comunicadores, e conta, também, com a participação das famílias por meio da Associação de Pais do Colégio Loyola (APL). “A finalidade dessa diversificação é estabelecer a maior representatividade possível. Existem questões mais técnicas, que dizem respeito a áreas específicas. Para isso, temos os respectivos responsáveis com o objetivo de engajar todas elas”, comenta Agripa Mairink, coordenador do Comitê Covid Loyola.

Membro do comitê responsável pela elaboração do protocolo da RJE, Agripa Mairink ressalta que todo o trabalho está sendo feito de forma cuidadosa, prudente e segura, buscando-se preservar ao máximo a saúde e a segurança de estudantes, famílias e colaboradores. De acordo com ele, o documento da Rede é um texto amplo de orientação para todas as unidades de escolas jesuítas do Brasil. A partir dele, o comitê está estudando e adaptando as ações para a realidade local.

“É um processo cuidadoso, no qual o Loyola está trabalhando sem um cronograma determinado, isto é, não estamos projetando uma data. Estamos trabalhando com foco em ações, para que estejamos aptos e preparados para quando as atividades presenciais puderem ser retomadas”, explica Agripa. Entre as iniciativas encaminhadas, está a realização de pesquisas com as famílias e colaboradores para identificação de grupos de risco e expectativas quanto ao retorno.

Também há iniciativas com vistas à preparação das equipes internas para acolhida dos estudantes e famílias, como o Colóquio Cura Personalis e Cura Apostólica, conduzido pelo Padre Emmanuel Araújo, SJ, dentro da programação da Semana Inaciana. Enquanto isso, o Colégio Loyola segue acompanhando a situação da pandemia, seus desdobramentos e impactos, mobilizando recursos internos na preparação do retorno às atividades presenciais.


Compartilhe: