Projeto Educativo Comum

Todos

30

ago 2016

Documento é lançado oficialmente no Seminário da RJE, com participação da delegação do Colégio Loyola
_____

A tarde da segunda-feira, dia 29 de agosto, foi marcada pelo lançamento oficial do Projeto Educativo Comum (PEC), cuja entrega aconteceu pessoalmente a cada delegação participante do Seminário da RJE. Segundo o Delegado para Educação Básica da BRA, Pe. Mário Sündermann, a entrega do documento representa a concretização de um trabalho coletivamente. “O PEC teve sua gênese em abril de 2013. Desde lá, foram muitas instâncias, processos, mãos e mentes. Muito conhecimento foi construído nesse período”, contou.

Após essa entrega, os participantes assistiram à mesa-redonda “Que vida é esta que agora começamos?”, com os Coordenadores de Qualidade e Processos da RJE – Gilberto Vizini Vieira (Processos Administrativos); o diretor geral do Colégio Loyola, Juliano Tadeu dos Anjos Oliveira (Processos de Formação Cristã); e Sônia Magalhães (Processos Acadêmicos) – e mediação de Ana Maria Loureiro, Diretora Acadêmica do Colégio Santo Inácio (RJ) e membro do Conselho Superior.

Saiba mais sobre o Seminário RJE – Um caminho de renovação

Juliano abordou os movimentos oportunizados pela Companhia de Jesus para pensar a educação. Segundo ele, o PEC nasceu de uma necessidade posta pelos diretores gerais dos colégios do Brasil de ter um documento que estabelecesse o eixo norteador do trabalho.

Sônia explicou que a construção do PEC foi pautada pelo conteúdo mais acessível, mesclando elementos fundacionais e da identidade dos colégios com orientações práticas. Ela destacou que a apropriação do documento pelos colégios deve ser feita de forma livre. “Não podemos usar o esforço do convencimento, mas convidar as pessoas a fazerem um movimento livre de revisar suas convicções em relação ao documento”, sugeriu.

Gilberto destacou a importância do trabalho sistêmico e integrado entre segmentos administrativos e acadêmicos para realização do objetivo maior do PEC: a aprendizagem integral do indivíduo. Entre as propostas para essa integração, está a possibilidade de a equipe administrativa ter conhecimento sobre a dimensão curricular, participar de programas de formação continuada e compartilhar conhecimentos e aprendizagens.

Após a mesa-redonda, os grupos instituídos pela manhã reuniram-se novamente para trabalhar as questões propostas no diálogo. A tarde terminou com uma celebração eucarística.

Acesse a Revista Mediação, produzida pelo Colégio Medianeira, e saiba mais sobre o PEC. A reportagem pode ser lida a partir da pág.15:

PEC – Um projeto de aprendizagem integral

pec1


Compartilhe: